Tribunal do júri condena acusado de matar ex-namorada em baile funk (TJSP – 29/01/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O 1º Tribunal do Júri da Comarca de Osasco condenou, na última quinta-feira (28), homem acusado de matar a ex-namorada em 2014. O crime foi cometido durante um baile funk.

Consta dos autos que o jovem, movido por ciúme, teria disparado sete vezes contra a vítima, que acabou falecendo. Levado a julgamento perante o Tribunal Popular, o Conselho de Sentença reconheceu a materialidade e a autoria do delito e decidiu pela sua condenação.

Com base na decisão dos jurados, a juíza Élia Kinosita Bulman, que presidiu o julgamento, condenou-o à pena de 29 anos de reclusão, a ser cumprida em regime inicial fechado. Na sentença, a magistrada destacou que o réu respondeu aos atos do processo encarcerado e nesta condição deve permanecer, caso decida pela interposição de recurso. “Não houve modificação na sua situação processual que autorize a concessão do beneficio, ao contrário, a necessidade da custódia cautelar se reforça com esta condenação, bem como há que se considerar que o réu é reincidente, ostenta maus antecedentes criminais e estava cumprindo pena em regime aberto, em razão da condenação pelo crime de roubo”, afirmou.

Comunicação Social TJSP – SO (texto)

Acesse no site de origem: Tribunal do júri condena acusado de matar ex-namorada em baile funk (TJSP – 29/01/2016)