Vale reforça campanha de combate à violência contra a mulher (Vale – 04/04/2014)

Representantes da Fundação Vale assinaram na última semana o Termo de Adesão à ‘Campanha Compromisso e Atitude: pela Lei Maria da Penha – a Lei é mais forte’, em uma solenidade em Brasília.

A campanha, iniciada em 2012, teve uma primeira etapa voltada à mobilização dos operadores do sistema de justiça diretamente envolvidos com a aplicação da Lei Maria da Penha. Nesta segunda fase, o objetivo é dar maior abrangência às ações de enfrentamento à violência contra as mulheres a partir do envolvimento de diferentes setores da sociedade brasileira, incluindo o setor privado.

Ao assinar o Termo de Adesão, a Fundação Vale se compromete a difundir e promover a Lei Maria da Penha entre seus empregados e prestadores de serviço, a divulgar materiais pedagógicos sobre o tema para sua rede de fornecedores e clientes e a promover debates sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres nas comunidades onde atua. A divulgação da Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180) é parte essencial da estratégia.

A iniciativa é promovida de forma cooperativa entre diversas instituições públicas como o governo federal e o Ministério Público, por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e o Ministério da Justiça.

Fundação Vale

A adesão à campanha pela Lei Maria da Penha está em alinhamento com as iniciativas de proteção social desenvolvidas pela Fundação Vale, com o programa Proteger é Preciso. O programa inclui ações de conscientização e enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, a maioria delas mulheres. ‘Proteger é Preciso’ leva ações sobre o tema aos empregados da Vale e de empresas contratadas, fortalecendo a sensibilização e a capacitação. Além disso, o ‘Proteger é Preciso’ possibilita fomentar vários fatores: o protagonismo da comunidade, a promoção dos direitos da criança e do adolescente e o fortalecimento das políticas públicas afins.​

Acesse no site de origem: Vale reforça campanha de combate à violência contra a mulher (Vale – 04/04/2014)