Vara da Violência Doméstica de Rio Branco sentencia mais de 3 mil processos em seis meses (TJAC – 19/12/2013)

 Funcionários da vara de violência doméstica recebem manual (Foto: TJAC)

Funcionários da vara de violência doméstica recebem manual (Foto: TJAC)

Com o objetivo de julgar e arquivar os processos que estão em trâmite, a Vara da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Rio Branco realizou diversos mutirões entre os meses de junho e dezembro deste ano.

Nesse período, foram sentenciados 3.141 processos e arquivados outros 3.903, conforme relatórios do Sistema de Automação da Justiça (SAJ).

Nesta semana, a juíza Shirlei Menezes se reuniu com sua equipe de servidores para o lançamento oficial do Manual de Práticas Cartorárias da unidade judiciária. Ela destacou a importância que esse documento assume na dinâmica de trabalho. “O Manual serve como mais uma ferramenta de trabalho para os servidores, de forma que padroniza as rotinas de trabalho da unidade. Além de orientar e disciplinar os servidores já atuantes e os que venham integrar a equipe”, ressaltou a magistrada, que assumiu em junho a titularidade da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Manual de Práticas Cartorárias

O objetivo do Manual foi padronizar as rotinas de trabalho da Secretaria, com a indicação dos modelos de ofícios, mandados e demais procedimentos adotados pela unidade. Ele foi desenvolvido pela juíza Shirlei Menezes em conjunto com os servidores, com base em seus conhecimentos teóricos e experiências práticas.

No manual foram adotados modelos e fluxogramas dos atos processuais, além de textos padronizados com linguagem simples e acessível, para melhor compreensão do conteúdo apresentado. Dessa maneira, o documento funciona como uma nova ferramenta de trabalho, facilitando a execução das atividades cartorárias, bem como da assessoria, além de permitir a otimização e eficiência na prestação do serviço público.

Oficinas

Ainda durante esta semana – entre terça-feira (17) e quarta-feira (18) -, houve oficinas de sensibilização com os servidores da Vara, realizadas no Palácio da Justiça. A atividade foi conduzida pelo grupo Rádio Humanizar, da Secretaria de Humanização do Estado.

A iniciativa tem o intuito de motivar os servidores para continuidade dos serviços de forma mais eficiente e agradável. Os temas que foram ministrados na oficina trataram a respeito do trabalho em equipe, de se ter iniciativa, motivação, liderança etc.

Agência TJAC
Gerência de Comunicação – GECOM

Acesse no site de origem: Vara da Violência Doméstica sentencia mais de 3 mil processos em seis meses (TJAC – 19/12/2013)