Violência contra a mulher é combatida com programação educativa nas comarcas (TJRO – 03/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Em plena Semana pela Paz em Casa, campanha sugerida pelo Conselho Nacional de Justiça e adotada pelo Tribunal de Rondônia para combater a violência doméstica, as comarcas de todo o estado estão se mobilizando para conscientizar a sociedade no combate à violência contra a mulher.

O Juizado especializado na capital programou uma série de atividades com foco em grupos de agressores e vítimas, que o núcleo psicossocial atende por meio dos projetos Abraço e Semeadura.

O projeto Abraço consiste em propor, como pena aos homens condenados por violência doméstica, que frequentem reuniões terapêuticas para um trabalho de transformação cultural, da violência, para a paz. As mulheres vítimas também são convidadas a participar do projeto para romperem com o ciclo da violência, geralmente ligado à dependência financeira e emocional.

Em Porto Velho o Juizado recorre ao cinema e às rodas de conversa para conscientizar agressores e vítimas (Foto: TJRO)

Em Porto Velho o Juizado recorre ao cinema e às rodas de conversa para conscientizar agressores e vítimas (Foto: TJRO)

Entre as atividades propostas aos grupos, está a exibição de um filme, “A Verdadeira História de Tina Turner”, que mostra a trajetória da cantora americana que enfrentou e superou a violência doméstica, passando por todas as etapas comuns nesse tipo de caso.

Na terça-feira, dia 1º de dezembro, foi a vez do grupo feminino refletir sobre o assunto a partir de um caso real. Nesta quinta-feira é a vez do grupo masculino do “Abraço” e também do “Semeadura”, projeto que trata de agressores com algum tipo de dependência (álcool ou outros tipos de drogas).

“O filme é uma ferramenta muito interessante para que homens e mulheres possam refletir e reconhecer o quando é danosa para a família e, sobretudo para os filhos, uma relações na qual exista violência”, destaca a assistente social Maria Inês Oliveira.

Violência de Gênero
Outra atividade programada é a palestra “Violência de Gênero”, que acontece em dois locais. No dia 4, às 9h30, no Fórum Sandra Nascimento, tendo como facilitadora a psicóloga Aline Dantas. No dia 10, no CRAS Irma Lorena (Rua Geraldo Ferreira, 2176, Jardim das Mangueiras), tendo como facilitador o psicólogo Cristiano de Paula.

Rodas de Conversa
Outra atividade transformadora proposta pelo núcleo psicossocial do Juizado são as rodas de conversas, cujos temas “Amar também se Aprende” e “Homens Melhores para si”, trazem a essência da proposta da campanha, a paz nos lares.

As rodas de conversas acontecem nos dias 9 de dezembro, às 10h, no miniauditório do Edifício-sede do TJRO (5º andar), e no dia 10 de dezembro, também às 10h, no auditório do Ministério Público. Serão conduzidas pela assistente social Maria Inês Oliveira, e pelos psicólogos Mariângela Onofre e Cristiano de Paula.

Audiências
A campanha pela Paz em Casa caracteriza-se ainda pela priorização da Justiça ao julgamento ou resolução de casos de violência contra a mulher, por isso todas as comarcas estão mobilizadas no agendamento e realização de audiências desse tipo de caso.

A 1ª Vara do Tribunal do Júri da capital, por exemplo, desde o dia 30 vem realizando atividades judiciais nesse sentido. Na segunda-feira, registrou 4 audiências instrutória, 1 sentença e 1 despacho. No dia 1º, 2 audiências, 1 sentença e 1 despacho. Segundo informou a Vara, são 93 processos de violência doméstica e feminicídio só no Tribunal do Júri.

Acesse no site de origem: Violência contra a mulher é combatida com programação educativa nas comarcas (TJRO – 03/12/2015)