Violência contra a mulher: Poder Judiciário participa de seminário sobre Justiça Restaurativa (TJTO – 30/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Poder Judiciário do Tocantins fará parte, nesta sexta-feira (1º/4), do Seminário Práticas de Justiça Restaurativa na Área de Violência Contra as Mulheres, que será realizado no auditório da Defensoria Pública do Estado, das 8 às 18 horas. Qualquer pessoa pode participar; as inscrições são gratuitas.

Organizado pelo Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública do Tocantins, o encontro tem por objetivo sensibilizar e capacitar os agentes que trabalham com a questão para o fortalecimento da rede e a interrupção do círculo vicioso de violência contra a mulher nos mais diversos ambientes.

Durante o encontro, a juíza da Infância e Juventude da Comarca de Araguaína, Julianne Freire Marques, fará a palestra Justiça Restaurativa e o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, e participará de debate sobre o assunto. O coordenador do Comitê Executivo para Monitoramento do Combate e Prevenção à Violência Doméstica e Familiar contra Mulher no Estado do Tocantins, juiz Antiógenes Ferreira de Souza, também participará do evento.

Já da Escola de Perdão e Reconciliação no Brasil (Espere), a coordenadora nacional da instituição, Maria do Socorro Dantas, abordará o tema Experiências da Escola de Perdão e Reconciliação. Segundo ela, a intenção é apresentar aos participantes uma alternativa para a conciliação de conflitos. “A gente vai fazer uma apresentação para dizer o que é a Espere, mostrar as experiências da escola e fazer com que as pessoas se interessem em conhecer melhor a nossa metodologia, que oferece um programa de formação para a cultura de paz”, ressalta.

Para participar do seminário, a inscrição é feita no site www.defensoria.to.gov.br até esta quinta-feira (30/3). A participação é gratuita, mas quem quiser poderá doar um novelo de linha de crochê nº6 para o trabalho social realizado com as reeducandas da unidade penal feminina da cidade de Babaçulândia.

Programação

8h

Abertura

Apresentação do Coral Canto Nobre

Marlon Costa Luz Amorim – Defensor Público Geral do Estado do Tocantins

Vanda Sueli Machado de Souza Nunes – Defensora Pública – Coordenadora do Núcleo de Defesa e Proteção dos Direitos das Mulheres – NUDEM

08h30

Palestrante: Maria do Socorro Dantas – Coordenadora da ESPERE no Brasil

Tema: Experiências da Escola de Perdão e Reconciliação – ESPERE –

10h30

Palestrante: Thiago Monteiro Martins – CAPITÃO QOPM – Coordenador de Ações Preventivas da Assessoria de Polícia Comunitária

Tema: Experiências com a Mobilização Social na Prevenção Criminal no Estado do Tocantins –

11h

Debate

Mediadores:

Márcia Ribeiro – Superintendente da Mulher / Prefeitura Municipal de Palmas/TO

Maria do Socorro Dantas – Coordenadora da ESPERE no Brasil

Tiago Monteiro – Capitão da Polícia Militar

12h

Intervalo

14h

Palestrante: Luciana Oliani Braga – Defensora Pública

Tema: Experiências Desenvolvidas no Núcleo de Mediação da Defensoria Pública do Estado do Tocantins –

15h

Palestrante: Julianne Freire Marques – Juíza da Infância e Juventude Comarca de Araguaína e Presidente da ASMETO

Tema: Justiça Restaurativa e o enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher –

16h30

Debate

Mediadoras:

Larissa Pultrini Pereira de Oliveira – Defensora Pública lotada na 1ª Defensoria Pública de Porto Nacional; Coordenadora do Núcleo de Mediação e Conciliação da Diretoria de Porto Nacional

Luciana Oliani Braga – Defensora Pública e Coordenadora do Núcleo de Mediação e Conciliação – NUMECON

Julianne Freire Marques – Juíza da Infância e Juventude Comarca de Araguaína e Presidente da ASMETO

18h

Encerramento

Paula Bittencourt – Cecom TJTO

Acesse no site de origem: Violência contra a mulher: Poder Judiciário participa de seminário sobre Justiça Restaurativa (TJTO – 30/03/2016)