Violência contra a mulher terá maior acompanhamento (Câmara de Salvador – 26/06/2014)

A violência contra a mulher é um grave problema de saúde pública, além de uma clara violação dos direitos humanos. Com o intuito de ampliar e melhorar o acompanhamento dessas ocorrências, o Projeto de Lei nº 430/2013, de autoria da vereadora Aladilce Souza (PCdoB) em parceria com o vereador David Rios (PROS), foi aprovado pela Câmara Municipal de Salvador no último dia 10.

O projeto obriga a notificação dos casos de violência contra a mulher em unidades de saúde pública e privada do município e também garante o encaminhamento dos casos de maior gravidade para hospitais que possam realizar atendimentos específicos para atender esses casos.

A violência contra a mulher tem sido um dos fatores determinantes para as graves transgressões dos direitos humanos, favorecendo a quebra do seu bem-estar físico, psíquico e social. Para que as vítimas tenham um atendimento adequado, os profissionais da saúde devem estar aptos a ouvir e identificar os sinais, olhando além dos sintomas alegados pela mulher, e conscientes da necessidade de promover a notificação de suspeita ou comprovação de violência às autoridades competentes.

Para a vereadora Aladilce Souza, a implementação dessa nova lei promove a realização de um mapeamento das formas de violência e de sua proporção, além de garantir mais segurança para as mulheres. “Esse projeto irá auxiliar na elaboração de políticas públicas voltadas para a prevenção da violência e para a assistência a todas as mulheres vítimas”, afirma.

Acesse no site de origem: Violência contra a mulher terá maior acompanhamento (Câmara de Salvador – 26/06/2014)