Violência contra mulher negra é tema de debate no Hospital da Mulher do Recife (Gov. Recife – 24/07/2017)

Evento encerra programação do mês da mulher negra, comemorado em julho

O Hospital da Mulher do Recife (HMR) Dra. Mercês Pontes Cunha receberá, nesta terça-feira (25), o 2º Encontro Sobre Violência Contra a Mulher Negra e seus Impactos na Saúde. O evento, promovido pela Prefeitura do Recife, vai acontecer às 8h30 no auditório da unidade, e encerrará a programação do Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, comemorado no dia 25. Na mesma data, comemora-se ainda o Dia Nacional de Tereza de Benguela.

Durante todo o mês, a Secretaria de Saúde do Recife, em parceria com a Secretaria da Mulher e a Secretaria Executiva de Direitos Humanos realizou uma programação especial com rodas de diálogos, oferta de exames, atividades de promoção à saúde com Práticas Integrativas e exibição de filmes, alertando para os cuidados com a saúde e luta por direitos. Os serviços foram oferecidos em diversos locais, como na Escola de Formação Paulo Freire, Associação Palha de Arroz (Arruda) e na Casa de Acolhida Temporária Recomeço.

Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha – A data (25 de julho) é considerada um marco internacional da luta e da resistência das mulheres negras. Em abril de 2014, a Câmara dos Deputados instituiu também o dia 25 de julho como Dia Nacional de Tereza de Benguela, por entender que as mulheres negras são duplamente oprimidas, pelo machismo e racismo.

Tereza de Benguela – Foi uma mulher que se tornou símbolo de liderança e força pela liberdade. Resistiu à escravidão, comandou a estrutura política e administrativa da comunidade em que vivia, em Mato Grosso, e é considerada uma heroína negra.