Vítimas de violência doméstica e discriminação são atendidas na Casa do Cidadão (Prefeitura de Vitória – 15/01/2013)

Mulher entrando no guichê de atendimento do Cavvid (Foto: Samira Gasparini)

Pessoas podem procurar a Cavvid de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas (Foto: Samira Gasparini)

No caso de violência doméstica, gênero e discriminação racial, a Cavvid recebe apenas moradores da capital. No entanto, para o atendimento de vítimas de discriminação por orientação sexual, não é necessário ser morador de Vitória, já que esse é um dos poucos locais do Estado a prestar esse serviço.

O morador de Vitória maior de 18 anos que for vítima de violação dos direitos humanos conta com a Coordenação de Atendimento às Vítimas de Violência e Discriminação (Cavvid). Com foco na violência doméstica, discriminação de gênero, racial e por orientação sexual, o órgão atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas, no Centro Integrado de Cidadania (CIC), conhecido como Casa do Cidadão, localizado na avenida Maruípe, 2544, em Itararé.

“Queremos garantir o atendimento integral de vítimas de violência física, psicológica, moral, sexual e patrimonial”, diz a coordenadora da Cavvid, Sheila Raquel Christo Silva.

“Para isso, além de nossos técnicos de Psicologia e de Serviço Social, contamos também com estagiários supervisionados dos cursos de Serviço Social, Psicologia e Direito, importantes para dar informações jurídicas ao usuário”.

Onde fica a Cavvid
Endereço: avenida Maruípe, 2.544, Itararé (Casa do Cidadão)
Telefones: 3382-5464 e 3382-5465
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17 horas

Com edição de Matheus Thebaldi

Acesse no site de origem: Vítimas de violência doméstica e discriminação são atendidas na Casa do Cidadão (Prefeitura de Vitória – 15/01/2013)