Workshop em Barra do Garças promove diálogo sobre atendimento às mulheres vítimas de violência (FolhaMax – 31/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Servidores das gerências de Medicina Legal de Mato Grosso participam de uma capacitação voltada à melhoria no atendimento às mulheres vítimas de violência, com foco no acolhimento e atendimento humanizado. O Workshop foi realizado no Fórum da Comarca de Barra do Garças nesta terça-feira (31.05), pela Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Médicos legistas, técnicos em necropsia e técnicos administrativos da Politec debateram com outros profissionais da Rede, a rotina de trabalho e os desafios para que a humanização no atendimento seja um protocolo seguido nas unidades. De acordo com a investigadora da Polícia Judiciária Civil, Andrea Cristiane Oliveira Costa Guirra, lotada na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município e presidente da Rede, é preciso unir forças e sensibilizar os servidores e gestores para adequar o ambiente de trabalho e capacitar os profissionais envolvidos.

“Estamos percorrendo todas as unidades de segurança do município e dialogando com os profissionais sobre limitação das estruturas e para a busca de soluções para os problemas enfrentados. No IML de Barra do Garças, por exemplo observamos a necessidade de adequação da sala de espera para atendimento exclusivo às mulheres vitimadas, a importância da atuação de um profissional psicólogo na delegacia da mulher, e da atenção dos profissionais à situação de vulnerabilidade das vítimas que muitas vezes resistem a realização dos exames periciais”, afirmou.

Durante o encontro foram realizados levantamento institucional, apresentação sobre protocolo de atendimento e duas palestras, uma sobre a “caracterização das formas de violência e os subsídios para a instrução do processo”, e outra sobre improbidade administrativa. Participam do Workshop 23 servidores de Cuiabá, e das gerências de Medicina Legal de Cáceres, Tangará da Serra, Rondonópolis, Sinop e Barra do Garças.

A Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher é organizada por Ministério Público, Defensoria Pública e Poder Judiciário, e atualmente composta por diversas instituições públicas envolvidas direta ou indiretamente no atendimento à mulher vítima de violência doméstica e/ou sexual, entre eles os órgãos de Segurança Pública. O objetivo da Rede é reduzir os índices de violência contra a mulher e implementar a política de proteção às vítimas.

Acesse no site de origem: Workshop promove diálogo sobre atendimento às mulheres vítimas de violência (FolhaMax – 31/05/2016)